Catalunha volta pra rua

Uma violenta repressão policial foi o método que a polícia de Barcelona escolheu para dissolver uma manifestação universitária pacífica de 70.000 pessoas em Catalunha ontem. Além do protesto houve uma greve que afetou 120.000 estudantes, 16.000 professores e 10.000 trabalhadores que pertencem ao pessoal administrativo das universidades e que paralisou por completo a atividade acadêmica. O governo regional dos nacionalistas catalães de Convergencia i Unió (CiU), que contam com o apoio do Partido Popular (PP) catalão, primeiro cortou o orçamento educativo e depois o congelou. Os estudantes protestam contra esses cortes em educação do governo conservador de Mariano Rajoy (PP).

O saldo provisório dos protestos foi de três presos e pelo menos nove feridos leves, cinco deles Mossos d’Esquadra (o esquadrão de polícia de Barcelona). O Sindicat d’Estudiants dels Països Catalans (SEPC) acusou a essa força de reprimir os protestos e exigiu a liberação sem acusações dos presos.

A greve em favor do ensino público em Catalunha foi convocada por docentes, investigadores e funcionários administrativos, que levavam cartazes que diziam “Não pagaremos o seu calote”. Umas vinte cidades participaram nas paralizações, concentrações e manifestações convocados pelo o Sindicato de Estudantes.

Fonte: pagina12.com.ar

[stream provider=youtube flv=http%3A//www.youtube.com/watch%3Fv%3DInv-OgzrOpY%26feature%3Dyoutu.be img=x:/img.youtube.com/vi/Inv-OgzrOpY/0.jpg embed=false share=false width=600 height=360 dock=true controlbar=over bandwidth=high autostart=false /]

[nggallery id=25]

Fotos: acampadabcn. Fotomovimiento 15M.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorS.O.S. Facebook
Próximo artigoUm baile de Rodas na USP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.