Catalunha volta pra rua

Uma violenta repressão policial foi o método que a polícia de Barcelona escolheu para dissolver uma manifestação universitária pacífica de 70.000 pessoas em Catalunha ontem. Além do protesto houve uma greve que afetou 120.000 estudantes, 16.000 professores e 10.000 trabalhadores que pertencem ao pessoal administrativo das universidades e que paralisou por completo a atividade acadêmica. O governo regional dos nacionalistas catalães de Convergencia i Unió (CiU), que contam com o apoio do Partido Popular (PP) catalão, primeiro cortou o orçamento educativo e depois o congelou. Os estudantes protestam contra esses cortes em educação do governo conservador de Mariano Rajoy (PP).

O saldo provisório dos protestos foi de três presos e pelo menos nove feridos leves, cinco deles Mossos d’Esquadra (o esquadrão de polícia de Barcelona). O Sindicat d’Estudiants dels Països Catalans (SEPC) acusou a essa força de reprimir os protestos e exigiu a liberação sem acusações dos presos.

A greve em favor do ensino público em Catalunha foi convocada por docentes, investigadores e funcionários administrativos, que levavam cartazes que diziam “Não pagaremos o seu calote”. Umas vinte cidades participaram nas paralizações, concentrações e manifestações convocados pelo o Sindicato de Estudantes.

Fonte: pagina12.com.ar

[stream provider=youtube flv=http%3A//www.youtube.com/watch%3Fv%3DInv-OgzrOpY%26feature%3Dyoutu.be img=x:/img.youtube.com/vi/Inv-OgzrOpY/0.jpg embed=false share=false width=600 height=360 dock=true controlbar=over bandwidth=high autostart=false /]

[nggallery id=25]

Fotos: acampadabcn. Fotomovimiento 15M.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorS.O.S. Facebook
Próximo artigoUm baile de Rodas na USP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here