Cartazes com mensagens de ódio são encontrados na UFSM/FW

Foto: Reprodução Comunitária.

A Universidade Federal de Santa Maria, campus Frederico Westphalen divulgou uma nota de repúdio na manhã desta quinta-feira, 25, na qual denuncia cartazes com mensagens de ódio espalhados nas proximidades do campus. Entre os cartazes encontrados, frases como “Lugar de mulher é na Cozinha”, “Morte aos viados” e “Morte a negrada” foram identificadas. Junto as frases ofensivas constava também a hashtag “B17”, alusiva ao candidato à presidência da república Jair Bolsonaro.

A direção do campus  realizou denúncia junto a Brigada Militar do município. Confira a nota na íntegra:

NOTA DE REPÚDIO

Conforme a nota de paz e democracia divulgada pela Reitoria da UFSM, o Brasil se encontra em um “cenário de incertezas, de perguntas sem respostas, e de muita intolerância”. Não nos cabe, nesse momento, portanto, a isenção, a indiferença e, inquestionavelmente, a omissão à proteção dos direitos previstos pela Constituição Federal. Repudiamos veementemente os cartazes e os dizeres espalhados nos arredores dos campi Frederico Westphalen da UFSM e do IFFar.

Apesar de estarem fora da área da UFSM, as autoridades e instâncias superiores da universidade já foram comunicadas. O artigo 3º da Constituição Federal Brasileira de 1988 prevê que um dos objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil é a promoção do bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação. Diante disso, a UFSM-FW efetuou denúncia para os órgãos de segurança pública para que sejam tomadas as devidas providências. A Direção do campus está acompanhando os desdobramentos da denúncia. Direção do campus Frederico Westphalen

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.