Carta às mães e aos pais dos/as estudantes do CFH sobre os eventos de março na UFSC

Publicado em: 16/04/2014 às 09:45
Carta às mães e aos pais dos/as estudantes do CFH sobre os eventos de março na UFSC

Caros/as pais e mães

No dia 25 de março, por ordem de um delegado da Polícia Federal já afastado de suas funções, a tropa de choque da Polícia Militar investiu contra 300 alunos e professores dentro do campus da UFSC, numa ação que nunca havia ocorrido em toda a história da UFSC. A atitude da Direção do CFH, assim como dos demais professores e técnicos presentes no momento da ação policial, foi de defesa da integridade física e moral dos estudantes presentes, muitos deles menores de idade, situação que não foi respeitada pelos policiais em sua ação de violência desmedida.

A imprensa local retratou os fatos de maneira extremamente parcial e sem espaço para que a versão da Universidade fosse publicada, deixando a comunidade interna e externa à UFSC inquieta e preocupada com a situação da universidade e em especial do CFH. Os ataques desferidos pelo delegado, em seu destempero, são injustos e caluniosos, difamando uma das mais reconhecidas universidades públicas brasileiras.

Em função disso, gostaríamos de fazer os seguintes esclarecimentos:

1)      A UFSC é uma das mais respeitadas universidades públicas do país, sendo classificada como a terceira melhor do Brasil em produção científica e a quarta da América Latina, segundo o Ranking Web of Universities.

2)      O Centro de Filosofia e Ciências Humanas é o segundo maior centro da UFSC em vários itens, contando com 10 cursos de graduação e sete de pós-graduação todos muito bem classificados nas avaliações do MEC e da CAPES respectivamente. O CFH possui ainda uma reconhecida e densa produção científica, através de publicações, projetos de pesquisa desenvolvidos, além de trabalhos de extensão com um profundo impacto social e nas políticas públicas.

3)      Em relação aos itens de segurança pública, desde 2012 tem ocorrido uma importante redução de todas as ocorrências na UFSC, conforme o quadro abaixo, o que faz com denúncias alarmistas sobre aumento da violência não tenham nenhum fundamento na realidade. Os dados abaixo referem-se a todo o campus da UFSC, onde circulam cerca de 40 mil pessoas por dia.

tabela_seguranca3

4)      Especificamente em relação ao CFH, a direção atual, que assumiu em 26 de dezembro de 2012, tem feito um trabalho sistemático de revitalização do bosque do CFH (palco da ação violenta da polícia no dia 25 de março). Foi fechado um estacionamento informal no local, foram plantadas mais de 60 mudas de árvores nativas, envolvendo a comunidade de alunos, técnicos e professores do Centro. Desde o fechamento do estacionamento ilegal que funcionava no bosque, houve uma redução significativa das ocorrências. Esses fatos nos fazem indagar sobre qual seria o objetivo de uma ação policial tão violenta e irregular como a que foi desferida no dia 25.

5)      As aulas e demais atividades da UFSC e do CFH estão ocorrendo normalmente, a não ser no caso das atividades paralisadas em função da greve nacional dos Técnicos-Administrativos, que se iniciou em 17 de março.

Com esses esclarecimentos, queremos tranquilizar pais e mães dos estudantes do CFH e dar a nossa garantia de que o ambiente em que seus filhos e filhas estudam é um ambiente saudável, de estudo e aprendizado, em que o respeito à cidadania e aos direitos e a solidariedade para com o próximo são valores incentivados. Tenham a certeza de que seus filhos e filhas estão tendo a melhor formação acadêmica e científica de que poderiam desfrutar não apenas entre as universidades brasileiras, mas entre as melhores da América Latina e do mundo.

Finalizamos esta carta, colocando-nos à disposição de vocês para quaisquer esclarecimentos que possam possibilitar que seu olhar se dirija para nossa Universidade e nosso Centro como locus de produção científica de alto nível e de formação profissional voltada as necessidades da população brasileira. O contato pode ser feito pelo email [email protected]

Direção do CFH

Deixe uma resposta