Brasil cria maior faixa de proteção a manguezais do mundo, com 322 mil hectares

Publicado em: 07/01/2015 às 09:43
Brasil cria maior faixa de proteção a manguezais do mundo, com 322 mil hectares

5luzos3vsnk08072013105144

Localizada no litoral paraense, faixa de proteção já contava com oito reservas extrativistas e agora é ampliada em 51%

O Brasil passou a ter, no final de 2014, a maior faixa de proteção a manguezais do mundo, com 322 mil hectares.

A nova marca foi obtida graças à inclusão de três reservas extrativistas, no litoral paraense e no estado do Maranhão: Cuinarana, Mestre Lucindo e Mocapajuba – além da ampliação da Reserva Marinha de Araí-Peroba.

Localizada no litoral paraense e com áreas também no estado do Maranhão, a faixa de proteção já contava com oito reservas extrativistas e foi ampliada em 51%, passando de 213 mil para os atuais 322 mil hectares.

Além disso, a área de manguezais protegidos aumentou em 41% e o número de famílias beneficiárias chegou a 34 mil, ou seja, um acréscimo de 22%.

Manguezal é uma zona úmida, definida como ecossistema costeiro, de transição entre ambientes terrestres e marinhos, característicos de regiões tropicais e subtropicais, sujeitos ao regime das marés.

São considerados os ecossistemas com maior produtividade e biodiversidade do planeta, com uma capacidade de recuperação que serve de importante proteção às comunidades e atividades econômicas costeiras.

Projeto Manguezais

Os avanços foram possíveis com a ajuda do Projeto Manguezais do Brasil, criado pelo Ministério do Meio Ambiente com o objetivo de melhorar a capacidade do País de promover a efetiva conservação e uso sustentável dos recursos em ecossistemas deste tipo, a partir do fortalecimento do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (Snuc) e na designação de áreas de preservação permanente a todos os manguezais existentes em território nacional.

O projeto une a conservação do ecossistema à promoção da qualidade de vida da comunidade local e ao uso sustentável dos recursos naturais e recebeu o apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).

O Manguezais do Brasil teve início em 2008, com recursos do Global Environment Facility (GEF) e execução do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

A meta é promover práticas adequadas para mangues oferecendo suporte em âmbito nacional, estadual, municipal e comunitário às estruturas responsáveis pela gestão destes ecossistemas.

Experiência será exemplo para manguezais do mundo

A faixa nacional de manguezais abrange 13.400 km² ao longo de quase todo o litoral brasileiro e correspondem a 9% dos manguezais do mundo.

No entanto, cerca de 25% dos manguezais brasileiros foram destruídos no último século e muitos estão classificados como vulneráveis ou ameaçados de extinção.

Os agentes do projeto já atuavam nas reservas extrativistas existentes e ajudou a promover as demandas locais de comunidades que viviam em áreas onde ainda não havia unidades de conservação, além de promover os estudos utilizados para a definição dos limites dessas novas reservas extrativistas.

Foto: PNUD

Fonte: Portal Brasil  EcoDebate

Deixe uma Resposta

Your email address will not be published.