BH ganha um espaço para ver, fazer e pensar filmes

Imagem: Bruno Figueiredo

O Centro de Belo Horizonte ganhou, na última terça (12), um ponto dedicado ao cinema independente. O Espaço Cultural Filme de Rua – idealizado por profissionais e militantes do audiovisual, das artes plásticas, da psicanálise, da comunicação e da história – surgiu do projeto de mesmo nome, Filme de Rua, que, em 2015, juntou adolescentes em situação de rua para fazerem seu próprio filme. O curta produzido foi vencedor do 19º Festival Internacional de Curtas-Metragens de Belo Horizonte e foi selecionado para grandes festivais nacionais.

A experiência do primeiro curta levou o coletivo, atualmente formado por 6coordenadores e 15 jovens que moraram ou moram na rua, à vontade de inaugurar um cinema onde os filmes produzidos pudessem ser exibidos. O Espaço, portanto, tem o objetivo de ter uma programação periódica que contemple produções audiovisuais que não têm oportunidade de serem exibidas no circuito tradicional.

Segundo Joanna Ladeira, umas das coordenadoras do Espaço Cultural e do Coletivo Filme de Rua, a aposta é que os momentos construídos contribuam para a formação sociocultural do público. “Normalmente existem muitas questões com relação àqueles que estão na rua. E [a população] acaba não conhecendo essas pessoas, não percebendo a riqueza no olhar que elas têm sobre a cidade, sobre as mazelas, as dificuldades e desigualdades sociais”, reflete.

Transformação

As produções do coletivo Filme de Rua são feitas de forma colaborativa, desde o roteiro e a construção das personagens até a fotografia. Para Joanna, o cinema tem efeitos impressionantes na vida das pessoas em situação de rua, que passam a ser consideradas realizadoras, produtoras e agentes culturais.

“Começa a se desenhar uma perspectiva futura, para aqueles que se interessaram pela câmera ou se encontraram no áudio ou aquelas que sonham em ser atrizes. De repente, esse sonho ganha outra dimensão, se aproxima mais da realidade, uma vez que nosso cinema é de luta, de resistência”, afirma.

Na sexta, sábado e domingo (15, 16 e 17), o espaço vai contar com exibição gratuita de filmes. Confira a programação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.