Beija Flor: Elogio a hipocrisia nacional, aos patos “manifestoches” e a capacidade de manipulação da Globo

Por Luiz Müller.

Um bicheiro propôs o enredo da Beija Flor. Moral de cuecas tal qual a classe média “manifestoche” da Tuiuti. Um sonegador e contraventor “combatendo” a corrupção. É o Eduardo Cunha do Carnaval. E o  desfile foi assim, um “remake” do golpe que começou em 2013, passou pela derrubada da Presidenta Eleita e a sua substituição por Temer e por uma quadrilha de bandidos, todos respaldados poe um judiciário que excede as suas funções, atropela leis e garante a perseguição a Lula, o único trabalhador operário que chegou ao poder, mesmo jogando no campo do adversário  e com regras também estabelecidas pelo adversário. Se nem estas regras contiveram o povo e os trabalhadores, atropelaram as regras e bandido só é bandido se for inimigo, se for amigo não precisa mais lei. Tem a “amizade” e a “convicção” do promotor e do juiz. Tem que desenhar???

Manifestoche: Manifestante fantoche. Foi o nome dado pela Tuiuti aos foliões idiotizados que saíram as ruas do Brasil fantasiados de camisetas da corrupta CBF para ajudar a Elite a derrubar a Presidenta legitimamente eleita.

E quando falo em “capacidade de manipulação da Globo, nem me refiro ao resultado, mas a narrativa: Embora a opinião publica nacional e internacional tenha compreendido bem o enredo da Tuiuti, narrando toda a trajetória do golpe em andamento no Brasil, a Globo, depois de apanhar feio nas redes sociais, passou a dizer que “várias escolas fizeram desfiles com criticas sociais e aos políticos em geral”. E a Globo parece ter ganho mais uma, por que até gente da esquerda chegou a afirmar que a Globo teria “revisto” sua posição diante da pressão popular. O poder político da Globo é um câncer para o Brasil. Ela precisa ser derrotada.

E não esqueçam que a Globo agora esta montando o maior banco de dados de contatos para eleições da história do Brasil. Cada brasileirinho que manda sua mensagem de 15 segundos, esta passando também o seu watsaap  para a Globo. E ela só publiciza ´claro aquelas mensagens que reproduzem sua própria plataforma política, que negaceia diretamente com o fascismo e a barbárie. Aquela que criminaliza e iguala todos os políticos e a política.

A Cultura esta em disputa. Ou ganha a cultura do individualismo exacerbado da meritocracia do neo liberalismo doentio e escravagista ou a esquerda e a classe trabalhadora se comunicam de forma independente e impõe o Estado do Bem Estar Social e do interesse coletivo limitando o interesse individual. Uma máxima do Estado Democrático sempre foi: ” a tua liberdade começa onde termina a do outro”. Para a Cultura neo liberal isto não vale. Simples assim.

E o campo da disputa da cultura é a Comunicação. E a comunicação tem hoje vários instrumentos e armas. Mas até agora só a classe dominante os usou de forma organizada para impor a sua cultura contra a cultura popular da solidariedade inerente aos seres humanos, fazendo todos acreditarem que o ser humano é competitivo e não solidário. A Classe dominante e a elite estão vencendo por que estão impondo a sua cultura através da Comunicação, sem resistência organizada da Classe trabalhadora.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here