Atividade do Dia Internacional da Mulher Indígena acontece amanhã, dia 05

Mulheres indígenas Terena: nas retomadas e nas escolas. Foto: Ruy Sposati/Cimi.

A representatividade das mulheres indígenas, a violência que sofrem e as suas necessidades serão pautadas em evento do Dia Internacional da Mulher Indígena (5/9), na Universidade Federal de Santa Catarina. A data reverencia a guerreira aymara Bartolina Sisa, assassinada  por se opor à colonização espanhola, em 5 de setembro de 1782 em La Paz, na Bolívia.

Como liderança do povo guarani da Terra Indígena (TI) Morro dos Cavalos, Kerexu Yxapyry contará a sua trajetória, trazendo as experiências na aldeia e no movimento Indígena nacional.

O seu povo reivindica há quase uma década a homologação do território na Palhoça demarcado em 2008 numa portaria assinada pelo então ministro da justiça Tarso Genro. Devido a luta a frente da comunidade, Kerexu já sofreu ameaças de morte e no ano passado sua mãe teve a mão amputada em um atentado.

Serviço

O quê: Dia Internacional da mulher indígena

Data: 5/9/2018 (quarta-feira)

Hora: Das 12h às 15h

Onde: Praça Trindade – Universidade Federal de Santa Catarina

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.