Às vésperas das eleições em Israel, Trump diz que ‘chegou a hora’ de reconhecer soberania do país sobre Colinas de Golã

Colinas de Golã ficam no nordeste de Israel e pertenciam à Síria até 1967, quando foram tomadas pelas forças israelenses na Guerra dos Seis Dias; região, rica em recursos hídricos, foi anexada em 1981.

Foto: Amos Ben Gershom

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta quinta-feira (21/03) que “chegou a hora” de o país reconhecer a soberania de Israel nas Colinas de Golã, região tomada da Síria em 1967.

A declaração chega às vésperas das eleições legislativas israelenses, quando o primeiro-ministro conservador Benjamin Netanyahu, acusado de corrupção, tenta permanecer no cargo. A votação será no dia 9 de abril. Netanyahu e Trump mantêm boas relações desde a posse do republicano, em 2017.

“Após 52 anos, chegou a hora de os Estados Unidos reconhecerem totalmente a soberania de Israel nas Colinas de Golã, que são de importância estratégica para o Estado de Israel e a estabilidade regional”, escreveu Trump no Twitter.

Netanyahu, por sua vez, agradeceu as declarações do presidente norte-americano. “Em uma época em que o Irã procura usar a Síria como plataforma para destruir Israel, o presidente Trump corajosamente reconhece a soberania israelense sobre as colinas de Golã. Obrigado, presidente Trump!”

As Colinas de Golã ficam no nordeste de Israel e pertenciam à Síria até 1967, quando foram tomadas pelas forças israelenses na Guerra dos Seis Dias. A região, rica em recursos hídricos, foi anexada em 1981.

Os Estados Unidos já transferiram sua embaixada em Israel de Tel Aviv para Jerusalém, dando início a uma onda de protestos na Faixa de Gaza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.