Artistas contemporâneos de Curitiba falam sobre pintura e o contexto atual

Não são todos que sabem como é a produção de arte contemporânea em Curitiba. Nem sempre os maiores museus da cidade expõem trabalhos atualizados dos artistas daqui e, quando isso ocorre, geralmente a divulgação deixa a desejar.

Acontece que aqui tem muita gente legal fazendo coisas muito boas. Há algumas galerias de arte que trabalham expondo o trabalho destes artistas. Porém, dificilmente as pessoas se sentem muito convidadas a entrar em uma galeria para simplesmente contemplar – mesmo que não haja nada errado com isso.

Felizmente, a Galeria Ponto de Fuga está promovendo um evento gratuito de conversa com uma série de artistas curitibanos contemporâneos.

Vamos conversar

No dia 18 de dezembro, terça-feira, a partir das 19 horas, está marcada a conversa “A Pintura, a Produção no Ateliê e o Atual Contexto Cultural de Nosso País”. Do evento participarão os artistas Tony Camargo (como mediador), Juan Parada, Samuel Dickow, Janete Anderman e Willian Santos. Considerando a banca de artistas e a temática da conversa, é esperado um grande mergulho nos mais diversos métodos de produção artística, com repertórios e referências bastante distintas.

Willian Santos e Samuel Dickow, por exemplo, possuem uma produção de pintura bastante forte. Tony Camargo também trabalha muito com objetos bidimensionais, mas também possui uma produção bastante consistente de vídeo-artes. Juan Parada possui uma enorme pesquisa envolvendo cerâmica, enquanto Janete Anderman trabalha em diversas frentes: pinturas, objetos, instalações, vídeos.

O trânsito destes artistas é também bastante amplo e variado. Muitos participaram de exposições aqui e no exterior, além de participações na Bienal de Curitiba e obras nos acervos de diversas galerias. Há pouco tempo, inclusive, o Museu Oscar Niemeyer estava com uma exposição de Tony Camargo em cartaz. A Galeria Simões de Assis, em Curitiba, atualmente conta com uma de Juan Parada.

Com bastante experiência, referência e atuação com produção artística profissional, é esperado que os artistas consigam realizar uma panorama bastante pertinente do atual cenário cultural. Além disso, será uma oportunidade para conferir como funciona o trabalho destes artistas e quais suas concepções.

Conversa artistas Curitiba - Escotilha
Trabalho de Juan Parada. Imagem: Galeria Farol.

Com bastante experiência, referência e atuação com produção artística profissional, é esperado que os artistas consigam realizar uma panorama bastante pertinente do atual cenário cultural.

O evento faz parte do projeto “Pintura Esférica”, que conta com suporte do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura da Fundação Cultural de Curitiba.

Conheça o trabalho deles

A exposição GAMA, que abre no dia 14 de dezembro, sexta-feira, traz a oportunidade de conhecer pessoalmente o trabalho dos artistas Tony Camargo e Willian Santos. A mostra acontece na Soma Galeria (R. Saldanha Marinho, 1230), às 19 horas.

Na SIM Galeria (Al. Presidente Taunay 130), a exposição Elogio ao Elementar, de Juan Parada, fica em cartaz até o dia 15 de dezembro.

Já o trabalho de Janete Anderman pode ser conferido no site da artista. O mesmo pode ser feito com Samuel Dickow, através do seu site.

SERVIÇO | Conversa “A Pintura, a Produção no Ateliê e o Atual Contexto Cultural de Nosso País”

Quando: 18 de dezembro, terça-feira, 19h;
Onde: Galeria Ponto de Fuga | R. Saldanha Marinho, 1220 – Curitiba/PR;
Quanto: Gratuito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.