Arte e panfleto para garantir a maior greve geral da história

18175624_1300406830014045_1939380462_o

Carolina Pommer encena anciã que nunca se aposentará. TICEN Florianópolis/ Foto: Marcelo Zapelini

Por Marcelo Luiz Zapelini, Florianópolis, para Desacato.info.

Dois idosos viajantes do tempo e uma vidente. Personagens que alertaram os cidadãos no centro de Florianópolis, 26, para um futuro sem aposentadoria e sem direitos trabalhistas, caso os trabalhadores não saiam à rua dia 28, na Greve Geral. “Vocês vão morrer trabalhando, sem aposentadoria”, advertiu a idosa interpretada pela jovem atriz Carolina Pommer.

A gaúcha disse que sua arma de resistência é a arte e que silenciar neste momento é ser conivente. A esquete foi bem recebida pelos que param para conversar. “A maioria apoia porque sabe que pode perder seus direitos. Fora os fascistas, que acham que são alguma coisa e nos mandam ir trabalhar”.

Na passagem pelo Terminal de Integração do Centro, a trupe falou no microfone de um grupo de sindicalistas que desde cedo distribuía panfletos na calçada. Entre eles, outro trio de atores cantava à capela: “Trabalhador eu quero te ver contente, vem barrar estas reformas com a gente”.

Seja com rostos pintados, narizes de palhaço, uniformes sindicais, de pé ou em barraca, as centrais sindicais se revezam durante a semana para distribuir panfletos e convencer os trabalhadores a parar sexta-feira.

A microempresária do ramo da estética, Maria de Fátima Aquino, só não participará das atividades da greve se não tiver como vir de São José para Florianópolis, pois odeia Temer.

“Não existe rombo na previdência, eles é que desviam o dinheiro”, afirma Maria.

Com 59 anos, há um ano da aposentadoria por idade, lamenta que a política tenha chegado ao nível atual. “Não voto por seis eleições, mas ano que vem votarei no Lula”. Apesar das denúncias de corrupção contra ele e Dilma, “antes faziam coisas para o povo, se havia desvio no Bolsa Família era por causa das prefeituras”.

Alguns trabalhadores e estudantes pediam mais informações e voltavam para pegar mais panfletos. Mas a maioria seguia apressada para o comércio, que apesar dos apelos do Sindicato dos Empregados do Comércio, não deve parar. A categoria muito dispersa teme os descontos no salário e as ameaças de demissão, explicou por e-mail a direção sindical.

Os empresários renegam a mobilização ainda que 49% deles dependam unicamente da Previdência Social, de acordo com pesquisa Confederação Nacional dos Diretores Lojistas feita em 2016.

A exceção é uma rede católica de livrarias, que em nome da “justiça e solidariedade” declarou em nota a sua adesão à greve geral.

Outros setores estão mais engajados, o que motiva o otimismo da direção da Central Sindical e Popular/Conlutas.

“Pelos relatos que estamos tendo de todo país já podemos esperar uma Greve Geral que vai superar a do ano 1989. Não temos uma greve geral desde 1996 de lá pra cá a classe trabalhadora e a juventude vem sendo atacada com a retiradas de direitos”, disse a Central Sindical por e-mail.

18090947_1300407810013947_1222589208_o

Para a CSP/Conlutas a extensão de adesão já era esperada, porque desde o ano passado tem se reafirmado que classe trabalhadora e a juventude tinham disposição de luta. “E isso se refletiu muito forte nos dias 08 de março e no dia 15 de março”, avaliou a central.

Outras seis centrais sindicais que atuam em SC também mobilizaram seus sindicatos do setor privado e público, incluindo bancários, professores, aeroviários e motoristas.

Eis a lista de sindicatos e categorias.

  • Ciasc
  • Dataprev
  • Serpro
  • Simpe
  • Sinasefe seção IFSC
  • Sinasefe seção IFC litoral
  • Sinasefe seção Sombrio
  • Sinasefe seção Santa Rosa
  • Sintaema
  • Sinte
  • Sintrajusc
  • Sintrasem (prefeitura e comcap)
  • Sintufsc
  • Sintrafesc
  • Sindsaude
  • Sinjusc
  • Sintespe
  • Sintermut
  • Sintram
  • Sinergia (Celesc e Eletrosul)
  • Assibge
  • Bancários Laguna e região (CEF, BB, ITAÚ…)
  • Andes
  • SEEB (bancários Florianópolis e região)
  • Sinasempu
  • Sinjusc
  • CA letras UFSC
  • Sindprevs/SC
  • Sitrampa

Em estado de greve estão os aeronautas. Tem assembleias marcadas para hoje (26) e amanhã Sintudesc (26), SINPSI (26), SINTECT (26), Sintraturb (27).

Nesta quinta (27) as panfletagens serão reforçadas e uma vigília, na praça atrás do terminal do centro, dá o início das atividades que terminam apenas às 23h 59min de sexta-feira (28).

Você precisa estar logado para postar um comentário Login