Aqui não tem fotos do Gaddafi morto

Por Tali Feld Gleiser.

Logicamente já todos viram o que aconteceu com Gaddafi (ou como quer que se escreva). Além do horror do que a OTAN tem feito na Líbia, eles não estão dispostos a deixar a humanidade em paz. Nem sequer há o menor escrúpulo de proteger as crianças e as pessoas que detestamos esse tipo de imagens que podem ser vistas agora na internet e nos jornais.

Como houve cobranças porque ninguém viu o cadáver do Bin Laden, agora querem garantir que todo mundo incorpore, se identifique com a alegria do que está sendo divulgado neste momento. Não quero imaginar o que vão ser as capas dos jornais de sexta-feira.

Incrivelmente (?), nos principais jornais dos Estados Unidos não dá pra ver nem uma imagem sequer da que a mídia ocidental está exibindo como trofeu de guerras nas suas capas. Nem o jornal mais “gusano” com sede em Miami teve a tentação de mostrar alguma coisinha. Talvez porque o país mais hipócrita do mundo tenha uma lei que proiba isso. França, Itália, o Brasil, a Argentina (menos Página 12), todos expõem o horror como se fosse uma mostra de pinturas do Picasso. Na Espanha, país das maiores mobilizações de indignados, que tem vários jornais ditos progressistas parece que estão precisando de “ibope” porque todos eles fazem questão de publicar todo o material. Sensacionalismo puro.

Não dá pra entender como as pessoas podem ficar contentes com a morte, o assassinato de outro ser humano. Por se alguém tinha alguma dúvida, a barbárie está instalada.

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.