Apesar de você… Por James Ratiere

Imagem: Reprodução da internet

Por James Ratiere para Desacato.info

A gente consegue ver as frestas desse sistema sujo que quer nos derrubar,

Compomos músicas pra cantar e dançar, e com elas ainda te denunciamos, deixamos às claras para o mundo: o sistema é cruel, é moribundo.

A gente consegue escrever poesia, vendo a beleza da vida e dos amores, a gente produz livros, se derrete em letras, expomos nosso temores.

Criamos moda, embelezando corpos marginalizados por você, combatemos seus fetiches de cabeça erguida, pisamos em seu racismo, pisamos em seu preconceito.

Inventamos formas de sobrevivência juntando um e outro, protegendo nosso povo, consumimos o que é feito por nossas mãos, o que é feitos de nós pra nós.

Apesar do seu trejeito, de achar que é direito estarmos sós, unimos nossas forças, criamos nossos mundos, atamos nossos nós.

Tudo que você criou pra nos derrubar, nos transformamos em água, curvamos as pedras, atravessamos as rachaduras e chegamos ao mar.

Aqui temos Liniker, Linn da Quebrada, Dandara Manoela, Marissol Mwaba, temos também Emicida, Criolo, Rincon Sapiência, DaLasam e MC Tha. Nos fazem companhia Roger Cipó, Tia Má, Preta Araújo e Yuri Marçal, aqui quem escreve é Conceição Evaristo, Carolina Maria de Jesus, Natalia Sousa, Wesley Barbosa, Guigo Ribeiro, Paulina Chiziane coisa e tal.

Vivemos e aprendemos, cuidando dos nossos, aqui você não consegue entrar, por mais que tenha matado Marielle, por mais que tenha assassinado Agatha, por mais que tenha prendido Renan da Penha e Rafael Braga, aqui, você não vai vencer, por que a gente é mais, e quem tem medo de nós, é você.

 _

James Ratiere é estudante de Jornalismo e escritor nas horas vagas desde os 14 anos.

A opinião do/a autor/a não necessariamente representa a opinião de Desacato.info.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.