Análise de alimentos da Anvisa constata presença de agrotóxicos acima do normal

2016-10-26 10:00
Análise de alimentos da Anvisa constata presença de agrotóxicos acima do normal

Por Mauro Ramos.

Quais alimentos contém mais agrotóxicos? Como podem afetar nossa saúde? É possível evitar sua ingestão?

O Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), avalia a cada ano os níveis de resíduos de agrotóxicos nos alimentos de origem vegetal, comercializados em todo o país.

Segundo os últimos dados disponíveis, do período de 2009 a 2011, não houve extrapolação da presença de agrotóxicos nos cereais, frutas, verduras e legumes analisados.

Mesmo assim, a própria Anvisa adverte que não é possível descartar totalmente o risco à saúde, já que a presença de agrotóxicos, por exemplo, pode se acumular com a ingestão de alimentos que a Agência não monitora, como água, leite, ovos ou carne.

Os cinco alimentos analisados que mais contém resíduos de agrotóxicos acima dos níveis aceitáveis são pimentão (com 91,8%), morango (63,4%), pepino (57,%), alface (54,2%) e cenoura (49,6%).

Já arroz, feijão, manga, maçã, cebola e repolho, tiveram menos de 10% de resíduos acima do considerado aceitável. A batata foi o único alimento analisado com 0% .

Segundo a Anvisa, a exposição considerada “menor” aos agrotóxicos pode provocar dores de cabeça, alergias e coceiras. Exposições maiores podem produzir distúrbios do sistema nervoso central e câncer.

É possível reduzir a presença dos agrotóxicos nos nossos alimentos. Alguns tipos de agrotóxicos ficam na parte exterior dos alimentos e, ao lavá-los, é possível retirá-los; mas outros, são absorvidos pelas plantas.

A melhor forma de evitar a ingestão de agrotóxicos através dos alimentos é consumir produtos orgânicos ou agroecológicos. Optar por alimentos de época também é uma boa opção, já que são produzidos com menor quantidade de agrotóxicos.

Fonte: Brasil de Fato

Deixe uma resposta