Agente da repressão, Guimarães foi condenado a 47 anos, mas está livre

capitao guimaraes 2Por Fernando Rodrigues.

Ailton Guimarães Jorge, o Capitão Guimarães, tem 73 anos e é um dos chefões do jogo do bicho e da máfia dos caça-níqueis no Brasil. Embora condenado a 47 anos de prisão, pela 6ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, continua solto graças a manobras dos advogados.

Ex-oficial do Exército, citado como torturador no relatório final da Comissão Nacional da Verdade, Guimarães foi preso em abril de 2007, durante a Operação Furacão. Também foram presos advogados, agentes da Polícia Federal, outros bicheiros e três desembargadores, entre eles José Ricardo Regueira, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região.

Na lista de correntistas brasileiros do HSBC da Suíça, aparecem os nomes de Guimarães e Regueira. Guimarães, identificado na base de dados do banco como “comerciante”, abriu a conta em 1º de novembro de 1989 e a encerrou em 20 de setembro de 2003. Já a conta de Regueira foi criada em 15 de fevereiro de 1989 e fechada pouco mais de onze anos depois, em 30 de março de 2000. Em ambos, o saldo referente a 2007 é zero. Não há dados disponíveis sobre o volume de dinheiro que circulou pelas contas enquanto estavam vigentes.

Capitão Guimarães foi agente da repressão entre a primeira metade dos anos 1960 e segunda dos anos 1970, como oficial da arma de Intendência, servindo na 1ª Companhia Independente da Polícia do Exército na Vila Militar e no Destacamento de Operações de Informações do 1º Exército (DOI-I).

Em 16 de outubro de 1969, ele participou da operação que matou o estudante paulista Eremias Delizoicov, membro da Vanguarda Popular Revolucionária (VPR) no subúrbio do Rio.

A carreira de militar de Guimarães sofreu um revés nos anos 1970, quando ele foi flagrado liderando um grupo de militares, todos de órgãos de repressão, e policiais acusados de envolvimento com extorsão. O então capitão chegou a ser preso, mas o processo foi anulado porque alguns réus provaram que foram torturados.

Pressionado, Guimarães pediu demissão do Exército em 1981, quando já explorava pontos de jogo de bicho em Niterói e São Gonçalo. A entrada do oficial na máfia do jogo foi apadrinhada pelo então chefão Angelo Maria Longas, o Tio Patinhas. Em pouco tempo, valendo-se dos conhecimentos de administração militar, Guimarães organizou o jogo, da divisão territorial à modernização da extração, e chegou ao topo da organização.

No bicho, Guimarães manteve a última patente no Exército. Em busca de popularidade, presidiu a escola de samba Vila Isabel e, logo depois, a Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), onde até hoje exerce forte influência. É apontado como o “dono do jogo” em território que vai de Niterói ao Espírito Santo.

OUTRO LADO
O advogado Nélio Machado afirmou ao “Globo” que Ailton Guimarães Jorge,  seu cliente, “jamais admitiu, em qualquer momento, que tivesse alguma conta no exterior e nunca manifestou qualquer preocupação sobre este tema, durante os vários anos em que respondi pela defesa dele na Justiça”.

Regueira morreu em 2008 vítima de complicações decorrentes de uma pneumonia.

Participaram da apuração desta reportagem os jornalistas Chico OtávioCristina Tardáguila e Ruben Berta (de “O Globo”).

Fonte: http://fernandorodrigues.blogosfera.uol.com.br/2015/03/13/agente-da-repressao-guimaraes-foi-condenado-a-47-anos-mas-esta-livre/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.