Adutora da Casan no Morro das Pedras pode romper com a ressaca do mar

Por Silvia Agostini Pereira, para Desacato.info.

Atualizada 02/10 – 9:16.

Moradores do Sul da Ilha de Santa Catarina estão preocupados com possibilidade de rompimento da estação de tratamento da Casan na Lagoa do Peri, localizada na rodovia SC-406, no Morro das Pedras, o que pode vir a deixar mais de 150 mil pessoas sem abastecimento de água. A adutora tem tubulação de 400 milímetros e está instalada no acostamento ao lado do mar.  De acordo com presidente da Associação de Moradores do Morro das Pedras, Andre Luiz Vieira, o risco maior existe pelo fato de um poste de luz, instalado recentemente pela Celesc  e que já possui mais de um metro de erosão a sua volta, pode tombar para o mar e deixar exposta a adutora. Nos últimos dias, havia o risco de postes serem engolidos pelo mar e a Celesc precisou desliga-los e transferi-los para o outro lado da rodovia, onde fica a adutora.

A Associação afirma que a Prefeitura e a Defesa Civil está fazendo vistorias contínuas no local, mas é necessário que o Ministério Público Federal verifique os riscos in loco e indique quais as intervenções podem ser feitas, já que a área é de responsabilidade da União.

O Portal Desacato entrou em contato com a assessoria de imprensa da Casan, que nega risco de falta de água e diz que a Companhia possui um plano B para situações como essa. A assessoria acrescenta que o fenômeno da ressaca está sendo monitorado há dias.

 

+ Bloqueio SC-406 Manifestação do Sul da Ilha

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.