Acampamento Gabriel Pimenta também pode ser despejado, em Minas Gerais

Foto: Reprodução/Internet.

Na última terça-feira (6), um oficial de justiça esteve junto com a polícia militar no Acampamento Gabriel Pimenta para notificar sobre o despejo das 30 famílias do acampamento. A Fazenda Capão da Onça localiza-se no município de Antônio Carlos, Minas Gerais. A área com pouco mais de 290 hectares pertence ao Estado e estava improdutiva.

As famílias foram conduzidas até o local após a negociação de outros dois despejos. O conflito está em negociação na Mesa de Diálogo, por isso a direção do MST afirma que a ação é arbitrária. “Retirar as famílias deste acampamento é uma ação ilegal e abusiva. O conflito se encontra em negociação, não há definição sobre ele. Qual é o interesse do estado sobre uma terra que estava abandonada? Não estamos dispostos a sair de nossas casas e deixar nossa plantação assim”, afirmou a dirigente Estadual do MST, Elisângela Carvalho.

O acampamento produz hortaliças, que são comercializadas no município. Possui também uma escola estadual, com alunos dos anos iniciais e Educação de Jovens e Adultos. As crianças do acampamento estudam na cidade e não poderão terminar o ano se as famílias perderem sua moradia.

Após as eleições, os acampamentos do MST vêm sofrendo diversos ataques de simpatizantes da violência promovida por Jair Bolsonaro e da polícia. Entre eles, voos rasantes de helicóptero, queimadas e ameaças. Até o final do ano, outras dez ocupações podem ser despejadas, somando cerca de 5 mil famílias.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.