A memória é a consciência inserida no tempo*

O único jeito de que a história não se repita é manter vivos na memória coletiva aqueles momentos que fizeram/fazem uma diferença.

Santa Catarina, palco de muitos acontecimentos logo imitados no mundo, teve um grupo de jovens que ousou desafiar a ditadura militar de Figueiredo e, graças a eles e elas, esse foi o comecinho do fim do regime.

¡Que viva los estudiantes del mundo! E que viva todos aqueles que fizeram parte dessa história!

Últimos dias para participar na campanha de financiamento coletivo de “Quarenta”.

Clica em https://www.catarse.me/quarenta

Já nos apoiam institucionalmente: Sinergia, Fecesc, Editora Insular, Apufsc Sindical, Sintram/SJ, Sinasefe, Sintespe, Sindsaúde, Anfip/SC, Sinpsi, Sindpd/SC, Sindprevs/SC, Sintrasem, Sintrajusc, Sinte e Sintufsc.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.