Porto Alegre receberá novo festival de cinema nesta terça-feira (19/11)

DESACATO 20130721dialogo_14_logos

Porto Alegre receberá nesta terça-feira (19) a primeira edição do Festival Diálogo de Cinema. Idealizado pela Avante Filmes e pela Sofá Verde Filmes, o evento surge da iniciativa de um grupo de realizadores audiovisuais da cidade que busca estabelecer um maior intercâmbio entre as produções gaúchas e de outras regiões do país.

O festival ocorrerá no Cinebancários, no Centro de Porto Alegre. A sessão de abertura será às 19h e contará com a exibição do longa-metragem inédito na cidade “Dromedário no asfalto”, do diretor gaúcho Gilson Vargas. Até o próximo domingo (24), a programação prevê a exibição de duas mostras competitivas de curtas – uma nacional e uma regional – e de um painel a respeito da crítica cinematográfica. O encerramento ocorrerá com a exibição do longa “Os dias com ele”, da diretora carioca Maria Clara Escobar. A programação completa pode ser encontrada no site do evento.

“O grande barato é sairmos do casulo que – até geograficamente – nos é imposto e poder trocar olhares sobre filmes que dificilmente seriam exibidos em Porto Alegre”, afirma Lucas Cassales, sócio da Sofá Verde Filmes. Para ele, a cena cinematrográfica gaúcha tem tido dificuldade de se consolidar no país nos últimos anos. “Basta ver as seleções dos principais festivais do país. Para um estado onde alguns ainda acreditam ser o terceiro polo audiovisual do Brasil – uma ideia totalmente ultrapassada – há um claro momento de passagem”, reflete.

Filipe Matzembacher, sócio da Avante Filmes, acredita na necessidade de se “aproximar cinematografias” para fortalecer a cena audiovisual existente no estado. “A troca de trabalhos e experiências entre realizadores sempre fortalece a cinematografia local, dentro e fora do estado”, comenta.

Filipe observa que não é raro cineastas gaúchos acabarem tendo pouco acesso a produções que se destacam no país “por falta de oportunidade em assisti-las”.”Ao trazer profissionais do cinema para cá, esses passam a conhecer mais nosso cinema, os filmes que são feitos e quem os realiza”, resume. Para ele, o Diálogo de Cinema surge como um esforço de se fortalecer intercâmbios “de sensações, de estéticas e de vontades”.

Foto: Divulgação/Diálogo de Cinema

Fonte: SUL 21

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.