5ª Convenção Estadual de SC debate pauta de solidariedade a Cuba e teses para Convenção Nacional

Organizada pelos integrantes da Associação Cultural José Martí de Santa Catarina, a 5ª Convenção Estadual de Solidariedade a Cuba foi realizada com a participação de cerca de 60 pessoas, e a representação de pelo menos 15 organizações políticas e sociais do Estado.

  Estudantes, trabalhadores, lideranças sindicais, militantes comunitários e ex-brigadistas se dispuseram a participar da discussão sobre os principais temas que atualmente pautam o movimento de solidariedade a Cuba, tais como: campanha pelo fim do bloqueio econômico e midiático; campanha pela liberdade dos Cinco Heróis cubanos presos nos EUA; e brigadas de solidariedade.

Cada tema foi apresentado por um integrante da associação. Em seguida, o representante do Instituto Cubano de Amizade com os Povos (Icap) para a América Latina, Fabio Simeon, apresentou uma palestra sobre as principais mudanças em andamento em Cuba. “O 6º Congresso do Partido em 2012 e a primeira Conferência Nacional esse ano trouxeram importantes linhas de ação aprovadas nesses encontros com mudanças que vão favorecer ainda mais a economia e o desenvolvimento social, além de fortalecer o sistema político cubano que em nenhuma hipótese deixará de ser socialista”, afirmou.

Fabio falou ainda sobre o fortalecimento do movimento de solidariedade a Cuba no Cone Sul. “Particularmente este no Brasil sentimos um processo de consolidação do movimento de solidariedade a Cuba muito maior. Tem sido um processo qualitativamente superior em comparação com anos anteriores”, avaliou ao destacar também o trabalho da ACJM-SC.

Outros dois temas relacionados diretamente à Convenção Nacional também foram debatidos. O primeiro, sobre como pensamos o movimento nacional e solidariedade a Cuba: de forma suprapartidária, com independência das organizações políticas; por grupos específicos nacionais suprapartidários (como os comitês em defesa dos Cinco Heróis); orientado pelas decisões consensuais da Convenção Nacional; e apoiado pelos representantes de Cuba no Brasil.

O segundo, sobre o tema “integração latino-americana” proposto como mote da 20ª Convenção Nacional pela comissão organizadora, recebeu uma tese questionando a oportunidade do assunto em uma convenção que trata sobre Cuba. No entanto, foram apresentados argumentos favoráveis à proposta da convenção nacional e a tese vai ser reformulada para acatar o entendimento dos participantes, que é o acolhimento da temática junto à convenção de solidariedade a Cuba. O representante do Icap defendeu a proposta, já que a integração latino-americana é um dos objetivos do instituto.

Outras prospostas também foram apresentadas e aprovadas por consenso: formalização de um comitê estadual pela liberdade dos Cinco Heróis; publicação na imprensa sindical e comunitária de conteúdo sobre Cuba, como forma de romper o bloqueio midiático, a exemplo da revista “Pobre e Nojentas”, que publicou reportagem especial depois que duas jornalistas participarem da Brigada Sul-americana de Solidariedade.

Álbum de fotos completo:
https://picasaweb.google.com/107340392073560658354/170520125ConvencaoEstadualDeSolidariedadeACubaSantaCatarina

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.