Chávez: 4 de fevereiro, a Rebelião de Futuro

Redação

Em 1992, o Comandante Hugo Chávez Frías fazia sua primeira grande aparição na imprensa mundial. A tentativa era derrubar o governo neoliberal a serviço de Washington, liderado por Carlos Andréz Pérez.

No início a figura de Chávez oferecia grandes reparos nas pessoas progressistas da América Latina. Tratava-se de mais um militar a poucos anos de serem substituídas as ditaduras por democracias muito frágeis ainda.

Chávez, mestiço, carismático, com um grande poder de comunicação, assumiu sua posição, afirmou conceitos que pareciam vencidos para a grande massa empobrecida e explorada e foi, muito rapidamente ganhando o coração dos venezuelanos.

Sua figura começou a ser vista de outra maneira pelas esquerdas, os setores populares e intelectuais e pelos movimentos sociais.

Começava ali a saga vitoriosa de uma das maiores lideranças da história da Nossa América. Essa saga que nunca mais se deteve, nem com a morte.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.