Justiça pede a Douglas Garcia informações sobre dossiê de manifestantes antifascistas

Deputado tem até terça-feira 14 para entregar as explicações

Foto: Twitter

Por Alexandre Putti.

O Tribunal de Justiça de São Paulo determinou que o deputado estadual Douglas Garcia (PSL) entregue informações sobre o dossiê, produzido por ele, com informações pessoais de manifestantes antifascistas. 

O intuito do dossiê, segundo a defesa Garcia, seria apresentar a lista com os dados para a Procuradoria Geral da República acusando os manifestantes de terrorismo. No entanto, as informações pessoais dos militantes foram divulgadas e se tornaram públicas.


Desse modo, defiro em parte o pedido inicial, para determinar ao réu que forneça dados do protocolo da entrega do dossiê ou denúncia às autoridades trás mencionadas e para que informe se as autoras foram arroladas no documento, trazendo cópia dos respectivos trechos”, afirmou a juíza Ana Lúcia Xavier Goldman, da 28ª Vara Cível de São Paulo.

A decisão da magistrada não cabe recurso e o deputado tem até terça-feira (14) para apresentar à Justiça as informações do dossiê. A ação foi movida pelas deputadas estaduais pelo PSOL-SP Isa Penna, Erika Hilton e Mônica Seixas, da Bancada Ativista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.