Carta de Hebe de Bonafini à rainha da Inglaterra pelo ouro venezuelano

Buenos Aires, Argentina. 4 de julho de 2020

Senhora Rainha da Inglaterra,

Me atrevo a lhe escrever porque faz 43 anos, na Argentina, minha vida inteira está dedicada aos que menos têm.

Nesses dias fiquei sabendo que seu país, que sempre foi colonialista, decidiu roubar a poupança em ouro, depositados nos bancos da Inglaterra, ao povo da Venezuela.

Eu acho, ou melhor, estou convencida de que a senhora não precisa desse ouro, nem tampouco o povo do seu país.

Me atrevo a lhe dizer de mulher do povo a mulher que reina:

Não lhe parece um abuso da vossa parte? Esse roubo não é um atropelo?

Amo o sofrido povo da Venezuela tanto como o meu, por isso decidi lhe escrever.

Espero que saiba me entender e consiga abrir a sua mão que já tem ouro demais e que, tenho certeza, não precisa mais.

Respeitosamente,

Hebe de Bonafini

Associação Madres de Plaza de Mayo

Tradução: Tali Feld Gleiser, para Desacato.info

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.