Prismas da Pátria Grande: Honduras, cabeça de praia gringa

Prismas da Pátria Grande: “Honduras, cabeça de praia gringa.”

#JTTAgora Honduras foi o começo do fim das incipientes democracias progressistas, ou ao menos, mais amáveis com a miséria histórica à qual nossos povos estão submetidos. Por isso foi castigada, por se aproximar de uma nova visão de mundo, inclusiva, latino-americanista e bolivariana. A partir de Honduras as derrotas para os povos se avolumaram na região.

Entrevista Raul Fitipaldi
Suporte: Claudia Baumgardt

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.