Maioria dos vereadores de Joinville aprova calote de R$ 147 milhões no Ipreville

Maioria dos vereadores de Joinville aprovaram o Projeto de Lei 58/2020, que suspende a obrigatoriedade da contribuição patronal de março a dezembro deste ano ao Ipreville

Sinsej.-Em sessão virtual realizada dia 24 de junho, a maioria dos vereadores de Joinville aprovaram o Projeto de Lei 58/2020, que suspende a obrigatoriedade da contribuição patronal de março a dezembro deste ano ao Ipreville, possibilitando um calote de R$ 147 milhões. Com a presença de até mais de 180 servidores que acompanhavam a sessão pedindo a rejeição ao projeto, o placar foi de 10 a 9 votos.

Votaram contra os servidores os vereadores Adilson Girardi (MDB), Claudio Aragão (MDB), Fábio Dalonso (PSD), Lioilson Correa (PSC), Mauricinho Soares (MDB), Natanael Jordão (PSC), Pelé (MDB), Richard Harrison (MDB), Roque Mattei (MDB) e Wilson Paraíba (Pros).

Sem receber emendas, agora o texto segue para sanção do prefeito.

O Sinsej repudia mais esse golpe na aposentadoria dos servidores e deixa claro que vereador que não respeita a categoria não merece nosso voto! Todos esses traidores serão lembrados na próxima eleição.

Seguiremos em luta por direito, valor e respeito!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.