Catarinense passa a integrar a coordenação da área jurídica da Aliança Nacional LGBTI+

Corpo jurídico irá atuar nas Cortes superiores e no Congresso Nacional na defesa dos direitos deste segmento

Foto: Jéssica Kindermann

A advogada catarinense Margareth da  Silva Hernandes, presidente da Comissão de Direito Homoafetivo e de Gênero da OAB/SC, foi convidada para integrar a nova coordenadoria jurídica da Aliança Nacional LGBTI+. Os advogados Mateus Cesar Costa e Marcel Jeronymo Lima Oliveira também integram a coordenação.  A Aliança é uma organização civil sem fins lucrativos fundada em 2016 e que atua na defesa dos direitos da população LGBTI, especialmente junto ao Congresso Nacional, Ministério Público, Tribunais superiores e em casos de grande repercussão. A organização está presente em todos os estados brasileiros.

 “Pretendemos, até o final da gestão da atual diretoria, lutar para que projetos de lei de interesse dos cidadãos LGBTI, que estão parados na Câmara Federal, sejam apreciados pela Comissão de Constituição,  Justiça e Cidadania e levados à plenária para votação e aprovação. Atualmente, o direito LGBTI é jurisprudencial, ou seja, não há lei ordinária que o regule, portanto, há insegurança jurídica”, disse a advogada, que desde 2019 também é Secretária Adjunta da Comissão Especial da Diversidade Sexual e Gênero da OAB Nacional e membro do Conselho Municipal LGBT de Florianópolis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.