Gleisi Hoffmann vai apresentar projeto que agrava pena para injúria por gênero

Lula participa de encontro estadual com Gleisi na Grande Curitiba

Por Luciana Sarmento

Chamar uma mulher de “vagabunda”, “vaca”, “vadia” além de machista é crime de injúria e prevê detenção de um a seis meses, além de multa.

Com o objetivo de inibir a violência contra a mulher — seja ela física ou verbal –, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) anunciou nesta segunda-feira (18) que vai apresentar um projeto de lei que agrava a pena para quem ofende outra pessoa por causa de seu gênero.

“Não é possível mais alguns homens ficarem chamando as mulheres de vacas, de vadias, de biscate, e achar que isso é normal. E não tem nenhuma consequência penal em relação a isso. Então nós vamos apresentar e espero que essa Casa possa encaminhar com grande celeridade esse projeto para que a gente tenha um mecanismo para poder agir, para ter uma ação penal e para quem faz isso responder penalmente”.

A proposta veio após circular a informação de que o presidente do PSDB do Paraná, deputado federal Valdir Rossoni, teria chamado a professora de História da Universidade Federal do Paraná (UFPR) Adriane Sobanski de “biscate” num diálogo “inbox” por meio do Facebook.

o-INJURIA-PROFESSORA-PR-570

A ofensa veio, segundo a professora, após ela criticar duas postagens do parlamentar na mesma rede social. Em ambas ele fazia críticas ao governo federal. Sobanski cobrou que ele cuidasse mais dos problemas do próprio estado.

A senadora afirmou também que ainda vai pedir que a Procuradoria da Mulher no Senado encaminhe à Câmara dos Deputados representação contra Valdir Rossoni, para que ele seja responsabilizado pelo xingamento.

(Com informações da Agência Senado)

CP – Decreto Lei nº 2.848 de 07 de Dezembro de 1940
Art. 140 – Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro:
Pena – detenção, de um a seis meses, ou multa.
§ 1º – O juiz pode deixar de aplicar a pena:
I – quando o ofendido, de forma reprovável, provocou diretamente a injúria;
II – no caso de retorsão imediata, que consista em outra injúria.
§ 2º – Se a injúria consiste em violência ou vias de fato, que, por sua natureza ou pelo meio empregado, se considerem aviltantes:
Pena – detenção, de três meses a um ano, e multa, além da pena correspondente à violência.
§ 3o Se a injúria consiste na utilização de elementos referentes a raça, cor, etnia, religião, origem ou a condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência: (Redação dada pela Lei nº 10.741, de 2003)
Pena – reclusão de um a três anos e multa. (Incluído pela Lei nº 9.459, de 1997)
Disposições comuns

Fonte: Brasil Post 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.